qualidade de vida

Como cuidar de seus ossos vai melhorar sua qualidade de vida?

Os cuidados com a nossa saúde são imprescindíveis para que tenhamos longevidade e qualidade de vida. Os ossos são partes fundamentais do nosso corpo, pois atuam como os pilares de sustentação. Assim, o envelhecimento saudável passa pelo cuidado com eles.

Você entende a importância de dar maior atenção a nossa estrutura óssea? Conhece as doenças que podem tornar os ossos mais frágeis? Então, leia esse post. A seguir, você entenderá sobre o que estamos falando.

Como os ossos influenciam na qualidade de vida?

Apesar de não se falar muito sobre o assunto, manter a saúde dos ossos é indispensável para uma vida saudável e ativa. Todos os movimentos que realizamos, desde os mais simples aos mais complexos, dependem, exclusivamente, de uma boa estrutura óssea.

Assim, é vital estar atento a saúde dos ossos. Porém, a atenção e os cuidados precisam existir em todas as fases da vida, desde a infância até a velhice.

Ainda, é graças a estrutura óssea que conseguimos nos manter de pé, sustentar os músculos e proteger os órgãos, além de atuar na prevenção de lesões. O sistema musculoesquelético é o engenho mecânico mais completo projetado pela natureza.

Além disso, é na parte central dos ossos que está a medula, um dos órgãos mais importantes do corpo. Isso porque é nela que estão localizadas as células responsáveis pela produção do sangue.

Entretanto, conforme envelhecemos, o equilíbrio do organismo se rompe e começamos a sofrer o desgaste dos ossos. A partir dos 35 anos de idade, o corpo humano perde de 3 a 5mm de densidade óssea por ano.

Quais são as doenças que acometem os ossos?

São várias e, na maioria dos casos, estão associadas à deficiência de cálcio, nutrientes e fibras. Veja abaixo algumas das patologias mais comuns dos ossos:

  • osteoporose: uma doença que torna os ossos mais frágeis, deixando os idosos mais suscetíveis a fraturas. Esse enfraquecimento tem origem na ausência de complexos minerais nos ossos;
  • osteopenia: é o quadro anterior à osteoporose e que se caracteriza pela redução da massa óssea. Entre as principais causas estão o excesso de exposição solar e a idade avançada;
  • reumatismo: trata-se da doença que acomete as articulações, os músculos, ligamentos e tendões. O termo reumatismo abrange mais de 300 patologias distintas, como a artrite reumatoide;
  • lordose: é o nome utilizado para designar a o excesso de curvatura interna da coluna espinhal.

Como cuidar dos ossos?

A partir da adoção de algumas medidas e do abandono de maus hábitos. A saúde dos ossos está diretamente ligada ao nosso estilo de vida. Assim, para ter qualidade de vida em qualquer idade, basta seguir os seguintes passos:

  1. Mantenha na sua dieta os alimentos ricos em vitaminas A e D, cálcio, magnésio, zinco e cobre. Esses são os nutrientes específicos para o bom funcionamento da estrutura óssea;
  2. Melhore a sua postura evitando práticas inadequadas no seu ambiente de trabalho e em casa. Uma boa prática é manter a coluna ereta quando for preciso abaixar para levantar peso.
  3. A saúde dos ossos também é garantida pela prática de exercícios físicos. Com a realização regular de atividades por, no mínimo, 30 minutos, a sua qualidade de vida já está sendo melhorada.

Além da adesão destes hábitos, é preciso evitar comportamentos prejudiciais ao organismo, tais como, tabagismo, alcoolismo, excesso de esforço, má postura ao dormir, entre outros.

Entendeu como cuidar da saúde dos seus ossos pode melhorar a sua qualidade de vida? Apenas pelo fato de evitar lesões e o acometimento por doenças, você já terá uma vida melhor.

 

Espero que tenha gostado deste texto e compartilhe com outras pessoas que também possam ter interesse neste assunto.

 

Caso queira saber mais sobre este assunto, deixe o seu comentário. Ficarei feliz em respondê-lo.

 

Deixo aqui também um convite a conhecer um pouco mais sobre mim e sobre o meu trabalho como Reumatologista em São Paulo.

Até a próxima!!

 

 

Siga a nossa página no Facebook e no Instagram para ficar atualizado com mais dicas úteis para sua saúde músculo esquelética.

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp